Começou!

Começa hoje a maior festa de rua do mundo, o Carnaval de Salvador. A cidade agora só voltará às atividades normais no dia 10, já que aqui é frase mais ouvida é: “Depois do carnaval eu começo a estudar/trabalhar”. Não é à toa que pessoas de diversas partes do mundo e do Brasil já têm compromisso marcado com a folia todo ano, é uma festa linda, com todas as tribos unidas pelo prazer da diversão e da música. 


É uma intensa troca de energia regada a vários ritmos, é um encanto que só se vê na Bahia!Quem vem pela primeira vez curtir o carnaval se apaixona e já o deixa na agenda marcado para o próximo ano, a animação é contagiante. E felizmente de um tempo para cá curtir sem maiores apreensões está cada vez mais fácil, já que o número de tragédias está diminuindo consideravelmente, ou seja, tirando as brigas que são inevitáveis (auto-afirmação masculina), com o celular bem guardado em um bolso (com botão, de preferência),  sua maior preocupação será em quem irá pisar em seu pé.

O Carnaval é uma festa tão democrática que os que não têm dinheiro para dar em um abadá também podem curtir a festa, sendo separados por uma corda daqueles que pagaram 200 ou mais reais para a folia. Claro que existem diferenças, senão ninguém pagaria podendo sair de graça, como a maior segurança e menor “muvuca”. Mas, sem frescura, dentro ou fora da corda, todos curtem.

Se você ainda não veio para Salvador no período de Carnaval não sabe o que está perdendo! Em 2012, junte-se aos milhões de foliões pulando na rua, não há como ter arrependimento. Abra um espacinho no coração, pois você vai AMAR essa cidade!

32 comentários:

  1. Carnaval tudo de bom
    teu blog ta sensacional
    visita o meu:
    http://aufanaticos.blogspot.com/

  1. Ravi Barros disse...:

    É uma intensa troca de AIDS, gonorréia, sífilis e diversas outras DSTs. A animação é contagiante, e todo o resto também... Eu não ignoro quem gosta, afinal isso não vem de hoje, mas particularmente detesto o carnaval, porque pra mim é dinheiro jogada fora, um bando de coitados que trabalham ganhando um salário mínimo e no final das contas usa para pagar um abadá.
    Detesto também o fato de muitas pessoas acharem que todo baiano gosta de carnaval, não é verdade, eu não gosto.
    Mas é isso aí, política do pão e circo... funciona muito bem nesse Brasil...

  1. Naby Lima. :P disse...:

    Folia, folia, tempo de se distrair... LOL


    parabéns pelo blog...

  1. Rubi disse...:

    MEU DEUS.
    Precisa ter muita coragem pra se jogar nisso aí.
    Não tenho nada contra as pessoas, mas acho que o Carnaval é uma coisa meio ... dispensável no nosso calendário.

    Enfim, essa é minha humilde opinião. Mas de qualquer forma, parabéns pelo texto, como sempre abordando temas interessantes.

  1. @Ravi Barros
    Ravi, é claro que não podem ser ignoradas essas questões de proliferações de doenças nesse período, mas o Governo faz uma intensa campanha do uso da camisinha, inclusive distribuindo-as. Para os que não podem pagar há a opção da pipoca, só paga bloco quem quiser, basicamente.
    Enfim, nem todo baiano gosta de carnaval assim como nem todo baiano gosta de rede ou é preguiçoso.
    Obrigada por ter passado!

  1. Ravi Barros disse...:

    Por nada querida... Se avexe não... rsrs' é que quando eu começo a falar me empolgo, é assim mesmo, mas nada contra os foliões, só contra a folia mesmo! XD

  1. Carnaval não gosto muito.
    So gosto de Carnaval porcausa
    das férias que as escolas dão.

    Adorei seu blog
    Parabéns

    http://rodrigobandasoficial.blogspot.com/

  1. @Ravi Barros
    Toda opinião é bem vinda, e vou te contar um segredo: adoro quando me contestam. Enfim, adorei descobrir que você é baiana que nem eu!

  1. Não sou muito chegado ao carnaval em sí de rua, gosto bastante de ver os desfiles e tudo, e acho que assim os valores usados com o carnaval poderiam ser um pouco menores e melhor distribuidos, beneficiando a todos e melhorando a economia do país. O carnaval é muito bom, mas poderia ser melhor, se tivesse uma melhor distribuição de valores. Parabéns pela matéria, muito boa.

    Passa no meu site se quiser. www.clubedasfinancas.com

  1. meias3por4 disse...:

    você é baiana? também sou, mas não gosto de carnaval o/ HSUHSUSHUSHUS

  1. Sâmela disse...:

    Ah eu não gosto e nem desgosto do carnaval, é que não gosto muito de ficar no meio da multidão, mais o bom é que não tem aula né haha'

  1. @meias3por4
    Sou sim, baiana e soteropolitana com orgulho! Não se pode agradar gregos e troianos sempre. Conheço muitas pessoas que preferem um bom interior ou ir pra a ilha pra descansar os seis dias.
    Obrigada pela visita!

  1. 100% disse...:

    Gostei do seu comentário muito sincero.


    http://paradigmasuniversal.blogspot.com/


    se quiser me add no msn alexandrespop@hotmail.com

    será bem vinda.

  1. O carnaval aglomera grande parte dos brasileiros, realmente é uma festa muito esperada pela maioria.

  1. Claudia Alves disse...:

    Texto muito interessante, parabéns.
    enfim, não conheço o carnaval de Salvador, mas não conheço nem mesmo o carnaval da minha cidade (SP). Vejo só pela TV mas não me interesso muito não. Prefiro fazer algo mais light.
    http://claudiaalvesinteriores.blogspot.com/

  1. Loverocklive disse...:

    Nunca fui até Salvador, mas dizem que é uma cidade extremamente linda.

    Qualquer dia vou fazer uma visita e conhecer um pouco mais.

    sucesso com o blog.

    www.loverocklive.com

  1. . Cris ♥ disse...:

    Sinceramente não gosto do Carnaval, e muito menos do nordeste.. Sou uma paulista preconceituosa *risos*
    Sempre me disseram que em Salvador os ratos andam nas ruas, mas nunca fui pra comprovar e talvez nunca vá ainda mais que já fui até porto seguro e não gostei. Cada um é cada um né!
    Adorei o layout, esta muito perfeito!! Parabéns!

  1. @. Cris ♥
    Apesar de gostar de sua visita em meu blog não posso suportar nenhum tipo de preconceito, ainda mais se tratando da cidade e da região onde eu moro. Nenhum tipo de preconceito é plausível, e acho uma infelicidade que você julgue os lugares assim sem conhecer. Salvador é a 4ª maior capital do país, não é nenhuma terra de ninguém onde ratos comem pessoas nas ruas. Acho uma pena que você seja "uma paulista preconceituosa" e não goste do nordeste, você não sabe o que está perdendo. Próxima vez tente conhecer antes de julgar.

  1. . Cris ♥ disse...:

    Na verdade eu acho que todo mundo no planeta tem algum preconceito seja qualquer que fora, contra negros, nordestinos, sulistas, emos, roqueiros, funqueiros e nem por isso as pessoas deixam de ser agradáveis. Concordo que ter preconceito é errado, porém ao menos um todos tem.
    Eu nunca disse que Salvador é uma terra de ninguém, disse que ME DISSERAM QUE RATOS ANDAVAM NAS RUAS, se não é assim eu lamento que as pessoas não saibam dizer a verdade. A questão é que fui até Porto Seguro e não gostei, não vou à Salvador não pelo que me disseram e sim pelo meu 'preconceito' contra o nordeste, mas isso não quer dizer que eu não respeite vocês e o lugar onde vivem, eu simplesmente NÃO GOSTO. Essa é a minha opinião da mesma forma que você tem a sua.
    Respeitosamente eu digo outra vez seu blog é muito bom e vou continuar a vir aqui independente se você é ou não nordestina. O que realmente importa é o conteúdo e isso seu blog tem, continua de parabéns. E acredito que mesmo eu sendo uma 'paulista preconceituosa' eu tenha conteúdo não devemos negar isso. Grata pela sua resposta ao meu comentário no seu blog e espero resposta à este também.

  1. @. Cris ♥
    Bem, todo mundo ter um preconceito não torna esse fato certo, na verdade, um erro dos outros não justifica um erro seu. Mas seria hipocrisia de qualquer pessoa dizer-se livre de preconceitos. Terem te dito que ratos andavam nas ruas de Salvador não torna esse fato verdadeiro, é claro que se você for pra os bairros mais pobre, favelas, você vai achar ratos andando pelas ruas assim como em qualquer favela do Brasil. Queria saber por que você não gosta de nordestinos, acho uma pena que você generalize, você não sabe como pensamentos assim podem te impedir de ter ótimas experiências na vida e conhecer grandes pessoas. Presumo então que você não goste de Caetano Veloso, Maria Bethania, Gilberto Gil,Gal Costa, Elba Ramalho, Lázaro Ramos, Wagner Moura,Chico Anysio, Pitty, etc. São todos nordestinos. Você não pode encaixar todos os nordestinos numa caixinha como se nós fôssemos todos iguais, aqui é uma terra de enormes diversidades, assim como o é o Brasil. Agradeço os elogios sobre meu blog e gostaria sim de sua visita mais vezes, eu sei que não vou conseguir mudar sua opinião e, me desculpe, não vou conseguir respeitá-la, falar do meu povo é falar de mim. Eu defenderia igual ou mais fervorosamente preconceito contra brasileiros, gays, lésbicas, negros, índios. Só não fale de preconceito em "minha frente", eu posso ficar horas debatendo e nunca me dou por vencida.

  1. . Cris ♥ disse...:

    Interessante o fato de que você não se dá por vencida assim como eu. Você mencionou que eu generalizo os nordestinos e isso não é bem verdade, apesar do meu preconceito tenho consiência de que em qualquer lugar existem pessoas agradáveis e vi isso em você, seu respeito não me é necessário se posso debater um assunto tão interessante com uma pessoa tão culta quanto eu (de fato sou bem orgulhosa de mim mesma e creio que você deve ser também de si).
    Percebo uma certa semelhança entre nós no quesito 'defender fervorosamente' o preconceito, mas convenhamos que seu povo é o meu povo mesmo sendo eu uma paulista até porque somos ambas frutos deste país que fora colonizado por portugueses. Me contradisse ao dizer isso, de fato, mas o que abomino na 'sua terra' não são pessoas como você que provavelmente trabalham mesmo sendo bem festeiros e sim pessoas, que como vi em Porto Seguro, resumem sua vida em festa. Conversei com pessoas por lá que me deixaram bem claro sua preocupação: festejos. Não desmereço a beleza das festas baianas mesmo não sendo do meu agrado.
    Sobre os nomes que você citou só dois me agradam: Wagner Moura e Lázaro Ramos, de resto não gosto de nenhum outro mesmo tendo conhecimento de seu trabalho.
    Sei perfeitamente como é sofrer preconceito até porque sou atéia (que não acredita em Deus) e de fato não é agradável e mesmo assim respeito e sou muito amiga de pessoas que não aceitam isso em mim, eu sinceramente gostaria que você não fosse tola de se recusar a ser 'amiga' de uma pessoa que não gosta da 'sua terra', mas isso deve vir de você. Eu costumo chamar isso de intolerância e acredito que se não fosse isso poderiamos conversar sobre bastantes assuntos.
    Se quer mesmo saber meu maior preconceito contra sua terra é o sotaque 'arretado'. Talvez porque paulistas não tenham sotaque, ou pela falta de convivência, não sei ao certo. Sei que não suporto ouvir, simples assim.
    Concordo que o erro alheio não justifica o meu e eu nunca disse que justificaria, disse apenas que ninguém é livre de preconceitos e gostaria de saber qual seria o seu. Aguardo resposta.

  1. @. Cris ♥
    Eu não tenho intolerância contra opiniões divergentes das minhas, eu tenho intolerância sobre preconceito. Como eu citei pra Ravi acima: eu adoro ser contrariada, adoro debater e discutir. Entenda, você não é obrigada a gostar de nordestinos, eu só não gosto de o jeito como você falou, ter nos colocados todos em um pacote só, farinha do mesmo saco. É o modo como se fala que modifica tudo, você dizer que tem preconceito com nordestinos é diferente de você ter dito: Eu fui uma vez em Porto Seguro e não gostei como as pessoas se portavam. Pronto, simples assim. Completamente plausível e aceitável, já que ninguém é obrigado a gostar de lá ou do povo de lá. O ruim do que você tá falando é o pré-julgamento, o fato de você não conhecer os outros nordestinos e falar desse jeito. Claro que você nunca vai poder conhecer todos eles, mas se alguém falar: todo paulista é idiota, por um exemplo, você vai se ofender, e vai querer defender seus conterrâneos do mesmo jeito que estou fazendo. E sobre o sotaque, não tem como fugir, cada região tem um sotaque próprio, qual é o certo? Assim como você disse que nós nordestinos temos sotaque e vocês paulista não tem, eu posso dizer a mesma coisa, porque o jeito como você fala é diferente do meu, então para mim você tem sotaque e eu não, entende o que eu estou dizendo? Não tem como mensurar porque nós inclusive falamos diferente dos portugueses, que foi a nossa língua de "berço". Você deveria sim pensar que somos todos um povo só, apesar de todas as diferenças, somos todos filhos do Brasil, falamos a mesma língua, e se formos ver, temos a vida bem parecida. Mais uma vez ressalto: não tenha idéias tão formadas assim porque irá limitar ninguém além de si mesma. Talvez isso não seja nem culpa sua, mas é grande a parcela dos paulistas que não gostam do nordestino, e acredito que seja ligado ao histórico dos nordestinos migrarem para São Paulo à procura de emprego, é como se fosse uma xenofobia, e pode ter sido passado pra você essa aversão, nos pequenos gestos, pequenas comparações, piadas, ou sei lá o que, e isso pode nem mesmo ter nascido de você. Nós soteropolitanos não vivemos de carnaval e nem de rede, como muitos pensam, é uma festa celebrada em determinado período do ano e só, e muito menos somos preguiçosos como é passado, não sei por que infelicidade. Espero que você tenha oportunidade de visitar o nordeste, qualquer cidade que seja, e SE prove errada, porque você não me deve nada e nem deve me provar nada, espero que isso que foi incutido em sua cabeça possa um dia ser desmistificado, e que você possa rir-se um dia. Com o perdão da palavra (sendo ela forte) irei usá-la: o seu problema é a ignorância. Ignorância no sentindo do desconhecido, de não saber do que está falando. Eu também sou ignorante do sudeste, sul, centro-oeste e norte, ignorante assumida, mas nem por isso posso falar que eles não prestam. Entenda que o seu problema é falar do desconhecido, sem ter dado primeiro uma chance. Mas um dia esta virá, e você mesma irá admitir, mesmo que não diga em voz alta, vem da consciência.
    Que fique bem claro que meu problema é com preconceito e não com idéias opostas às minhas.

  1. Rubi disse...:

    Sabe , estava pensando seriamente em ir até Salvador, dizem que é uma das melhores festas ... mas sei lá, eu que não sou muito chegada em carnval não iria aproveitar muito. Quem sabe pra passear né ;D

  1. garf disse...:

    amo carnaval ^^
    quem fez o template de seu blog ?

  1. @garf
    Eu peguei um template pra aproveitar o html e modifiquei tudo completamente. Não tomo TODO o crédito porque o "esqueleto" não fui eu que fiz. Mas o resto é tudo obra minha ^^

  1. . Cris ♥ disse...:

    Acho que você me considera ignorante talvez por acreditar que minha opinião é errônea, mas sei bem do que estou falando quando digo que a preocupação de muitos nordestinos é relacionada a festas, até porque é só o que se ouve falar tanto na televisão quanto na Internet o que permite qualquer um ter a idéia de que todos você vivem de festa e não foi isso o que eu disse. Eu me referi à alguns de vocês e não à todos como muitos paulistas dizem. É deveras importante lembrar que nunca disse que o pessoal da sua terra não presta e que também não desconheço o nordeste pelo fato de ter visitado muitos lugares como João Pessoa, Maceió e nenhum destes lugares me fizeram mudar a visão sobre o festivo nordeste.
    Continuo afirmando que os paulistas não tem sotaque não porque vivo aqui e sim porque é o que dizem pesquisas, todos os outros lugares brasileiros tem algo 'cantante' no sotaque enquanto os paulistas são mais secos na pronuncia de cada palavra.
    A sua interpretação sobre o que eu falei foi muito errada minha cara. Até porque eu disse que não gosto DO Nordeste e não DOS Nordestinos, passei a mencionar isso em outros comentários e sem generalização. Quando me referi ao nordeste eu fazia menção ao local e não aos que por lá vivem portanto não coloque palavras na minha boca. Jamais disse que todos vocês são preguiçosos mesmo tendo convivido com muitas pessoas que assim disseram e também nunca disse nada sobre a migração das pessoas viventes do nordeste ao sudeste e sul até porque muitos edifícios daqui de São Paulo foi erguidos com sua mão de obra e isso é inegável.
    A culpa não é minha se vocês foram estigmatizados pelo restante do Brasil como preguiçosos, se isso ocorre deve haver alguma razão a qual desconheço e de fato nego esse rótulo porque conheço também baianos e baianas que acordam as seis horas da manhã e saem para seu trabalho para sustentar seus filhos, mas talvez você que viva na capital não perceba que muitos no nordeste tem filhos para ganhar o famoso bolsa família como nos é ensinados em aulas de geografia e história e isso não só em São Paulo, pois convivo muito com maranhenses que me dizem o mesmo. Para deixar claro, não digo que você faz isso e sim que são dados estatísticos que em todo o Brasil é ensinado.
    Para terminar não me leve como uma ofensa a si ou ao seu povo porque não é isso que estou tentando fazer. Só estou tentando mostrar que nem eu e nem você estamos de todo erradas, concordo com você em muitos pontos e acredito que também concordes comigo em alguns pontos também. É só isso!
    Não estou criticando você e sim alguns de vocês! Da mesma forma que eu, sendo paulista, critico meus próprios conviventes.

  1. Amanda ; disse...:

    é, existem opiniões e opiniões né... Saber respeitar é legal ;D
    eu nao tenho nada contra o carnaval, mas prefiro passar com minha familia e poucos amigos, nao sou ligada em muita gente junta em um espaço limitado
    http://pingodegloss.blogspot.com/

  1. @. Cris ♥
    Não disse que você nos chamou de preguiçosos ou que VOCÊ tenha o preconceito por nordestinos terem migrados para São Paulo, eu citei exemplos de preconceitos que nós temos que passar, entende? Não sei se é porque eu vivo aqui mas eu não vejo nada dessa preocupação só com festas, acho que como qualquer outros nós gostamos de nos divertir, e só. Eu posso ter te interpretado mal quanto a colocar todos os nordestinos em um saco só, se não foi sua intenção, sinceras desculpas. Você tem todo o direito de criticar os locais que você foi e não gostou e já falei várias vezes que você não é obrigada a gostar de nordestinos. Ou do nordeste, que pra mim dá na mesma coisa já que sou filha dessa terra. Fico feliz em saber que você não está generalizando sua experiência como eu achei que fosse. Hora nenhuma também eu quis te ofender como você pensou, longe de mim isso. O ignorante que eu me referi foi sobre o desconhecimento, infelizmente usamos ignorante pra ofender tanto as pessoas que já é uma palavra mal interpretada, não foi minha intenção usá-la como arma de fogo. Eu também, como você disse, tenho aversão a alguns nordestinos e alguns soteropolitanos, mas que eu conheço, mas sempre tem aquele "o santo não bateu". Fico feliz em ter discursado com você e não quero dar um ar pesado a isso, nada melhor do que conversar com leveza e um certo toque de humor. Tente levar tudo na esportiva, mesmo as experiências ruins que você teve nos lugares que você foi, e é importante sempre manter a mente aberta para novas e melhores. Agradeço a sua visita e o debate.

  1. . Cris ♥ disse...:

    Jamais levei o termo ignorante como ofensa até porque você explicou seu uso, só comentei sobre ofensa porque o meu comentário me parece um tanto ofensivo e quis deixar claro que essa não era a intenção. Agradeço também o debate. Fico feliz em ver que você me entendeu.

  1. Detesto carnaval.Gosto de ficar sossegada no período.

  1. MikaelMoraes disse...:

    caramba mto legal
    parabéns... falar o q
    nem tem o q dizer
    ótimo post
    seu blog tmbm é mto bom
    bem montado e tal
    parabéns novamente
    <>
    visite-nos e comente tmbm
    gostando siga e avise que retribuiremos
    se seguir deixe o aviso no comentário
    deixando o seu link para retribuirmos
    <>
    grato
    <>
    http://mikaelmoraes.blogspot.com

  1. disse...:

    SEMPRE TIVE VONTADE IR PRA SALVADOR, mas moro taolonge! fik dificil!
    gostei do blog!
    estou te seguindo! da uam olhada no meu blog, será umprazer a sua visita!

    http://deunatellha.blogspot.com/

Postar um comentário

"Faça com que suas palavras sejam melhores que o silêncio."

 
Nexos e Reflexos © 2010 | Designed by 1,2,3,4 Modificado por Victória Andressa.